A revista tem como linha editorial conferir espaço para a discussão dos temas atuais da sociedade brasileira, em perspectiva comparativa com outros países por meio de um debate que promova constante diálogo com áreas de conhecimento afins como a antropologia, a ciência política, a filosofia e a história, não se caracterizando, portanto, como uma revista departamental. Sua meta primordial é produzir um debate de idéias a respeito da realidade brasileira e sua inserção como um país da América do Sul em um mundo cada vez mais globalizado e internacionalizado tendo em vista a busca de caminhos e propostas para a transformação de nossa realidade social e cultural.

Revista do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal de São Carlos, publica trabalhos nas diferentes áreas da Ciência Política.

Destina-se a divulgar ações educacionais, fomentar a busca de novas experiências pedagógicas e estimular intercâmbio de metodologias de ensino e práticas educativas inovadoras. Contribuições de diferentes tipos, como animações, jogos, demonstrações ou aplicações didáticas de pesquisas acadêmicas e profissionais são bem-vindas, na medida em que constituírem inovações no campo educacional. 

Publicação do Grupo de Trabalho Imaginário, Representações literárias e deslocamentos culturais, GT filiado à Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística/ANPOLL. A revista é voltada, exclusivamente, para a linha de pesquisa do imaginário, que publica artigos inéditos com aporte crítico e teórico da crítica do imaginário. Os trabalhos apresentados à Revista podem vir redigidos em português, francês, espanhol, italiano e inglês, e devem relacionar-se à crítica do imaginário. 

Iniciativa do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal de Pelotas. A revista possibilita o diálogo da produção em Antropologia e Arqueologia da região com a produção de nível nacional e internacional. O que se pretende é que a revista Tessituras promova uma marca própria da Antropologia e Arqueologia feita no extremo sul do Brasil e, ao mesmo tempo, abra um canal de diálogo importante e duradouro com a produção de outros espaços de produção acadêmica. 

The American Biology Teacher publica artigos nas áreas de Ciências Biológicas (Geral) e Ciências Humanas: educação, ensino de ciências e matemática.

Publicado pela Sociedade Americana de Medicina Tropical e Higiene, está entre as revistas de medicina tropical mais bem conceituadas do mundo, com artigos científicos originais,  cobrindo novas pesquisas com ênfase em população, ciência clínica e laboratorial e aplicação de tecnologia nas áreas de medicina tropical, parasitologia, imunologia, doenças infecciosas, epidemiologia, biologia básica e molecular, virologia e medicina internacional.

Publica artigos, além de notas e outras matérias, sobre matemática e profissão. Seus leitores abrangem um amplo espectro de interesses matemáticos e incluem matemáticos profissionais, bem como estudantes de matemática em todos os níveis universitários. 

Fornece informações gerais para pilotos, como classificações de aviões, acessórios e equipamentos.

The Brazilian Journal of Infectious Diseases é a publicação oficial da Sociedade Brasileira de Doenças Infecciosas (SBI). Seu objetivo é publicar artigos relevantes no sentido mais amplo sobre todos os aspectos da microbiologia, doenças infecciosas e resposta imune a agentes infecciosos.

Criado  pela Royal Economic Society, com o objetivo de criar um jornal internacional de alto nível para a publicação de pesquisas econométricas. Está empenhado em publicar econometria macro, micro e financeira de primeira classe. É um periódico geral aberto a todas as áreas de pesquisa econométrica, quer sejam contribuições aplicadas, computacionais, metodológicas ou teóricas.

Publicação aberta a colaboradores de todas as partes do país e do exterior, interessados em questões relativas a línguas para fins específicos. Inclui em suas áreas de interesse: abordagens teóricas e aplicadas ao ensino e à aprendizagem de línguas maternas e estrangeiras em contextos específicos, tanto escolares como profissionais.  As línguas aceitas para publicação são: inglês, português, francês e espanhol. 

The International Journal of Life Cycle Assessment dedica à avaliação do ciclo de vida e métodos relacionados. Avalia os encargos e os impactos ecológicos em todas as fases consecutivas e interligadas de um sistema de produção, desde a aquisição de matérias-primas ou da geração a partir dos recursos naturais.

International Journal of Robotics Research (IJRR) foi a primeira publicação acadêmica sobre a pesquisa robótica; Ele continua a fornecer aos cientistas e estudantes em robótica e áreas afins - inteligência artificial, matemática aplicada, informática, engenharia elétrica e mecânica - com material oportuno, multidisciplinar ... Esta revista é revista por pares e é membro do Comitê de Publicações Ética (COPE).

Revista dedicada ao avanço da pesquisa hormonal, excelência na prática clínica da endocrinologia, ampliando a compreensão do papel crítico que os hormônios desempenham na saúde e defendendo em nome da comunidade global de endocrinologia.

The Journal of Immunology publica novas descobertas avaliadas por pares em todas as áreas de imunologia experimental, incluindo imunidade inata e adaptativa, inflamação, defesa do hospedeiro, imunologia clínica, autoimunidade e muito mais.

The Journal of Infectious Diseases publica artigos na área de Ciências da Saúde: doenças Infecciosas e parasitárias.

Revista dedicada aos avanços em ciências da nutrição apresenta pesquisa sobre nutrição experimental no que se refere a: bioquímica, biologia molecular, toxicologia, ou fisiologia.

Publicação oficial das principais organizações internacionais de prótese dentária dos EUA, dedicado exclusivamente à odontologia protética e restauradora. Apresenta artigos oportunos e originais revisados por especialistas sobre as mais novas técnicas, materiais odontológicos e resultados de pesquisas.

The Lancet é um periódico médico geral semanal independente e internacional, fundada em 1823 por Thomas Wakley. Desde sua primeira edição (5 de outubro de 1823), a revista tem se empenhado em tornar a ciência amplamente disponível para que a medicina possa servir e transformar a sociedade e impactar positivamente a vida das pessoas. The Lancet está empenhada em aplicar o conhecimento científico para melhorar a saúde e promover o progresso humano. Em nossas edições semanais e no primeiro conteúdo online, publicamos algumas das melhores ciências dos melhores cientistas de todo o mundo, proporcionando um alcance global sem paralelo e impacto na saúde.

Portal da Pesquisa